A Escola Estadual de Ensino Médio Dr. Miguel de Santa Brígida, em Salinópolis,  foi reinaugurada pelo governador Helder Barbalho, na manhã deste sábado (16), após reforma geral, fruto de um convênio entre o Governo do Estado e a Prefeitura Municipal. Os investimentos foram de cerca de R$ 3 milhões e a obra, que teve duração de oito meses, vai beneficiar 1.145 alunos do Ensino Médio regular e do projeto Mundiar.

A Escola conta, ao todo, com 13 salas de aula; laboratório de informática; mini-auditório; depósito de merenda; almoxarifado e bloco administrativo, tudo a partir de agora, devidamente reformado e equipado para receber os alunos para o ano letivo de 2019.

A diretora da instituição, Elenise Araújo, contou que, antes da reforma, a situação da escola era precária: havia problemas elétricos e hidráulicos em toda a estrutura do colégio. A quadra de esportes, sem cobertura, por exemplo, estava interditada pelo Corpo de Bombeiros, desde 2011. “Além disso, ainda sofríamos com a insegurança, pois a Escola chegou a sofrer assaltos e depredações por meliantes, que se aproveitavam da nossa vulnerabilidade”, lembrou. Uma das melhorias que a reforma trouxe foi a instalação de alarmes e de um sistema eletrônico de segurança.

Reinauguração – A cerimônia de reinauguração da escola contou com a presença do governador Helder Barbalho; secretários de Estado; deputados federais e estaduais; vereadores e secretários municipais, além de lideranças políticas e comunitárias de cidades vizinhas.

31e777ab 80c0 4781 bc5e 25d9175739a7 DSC 0413 768x512 DSC 0498 768x512 DSC 0692 768x512

DSC 0739 768x512 DSC 0775 768x512 DSC 0775 768x512 DSC 0981 768x512

 

O prefeito da cidade, Paulo Henrique Gomes, disse que o município está pronto para estabelecer novas parcerias com o Governo do Estado para a execução de obras como a da escola Dr. Miguel de Santa Brígida, da mesma forma, a deputada Paula Gomes, escolhida para falar em nome do parlamento estadual, ressaltou a importância dos investimentos do poder público em educação, para que se criem novas perspectivas de futuro para crianças e jovens, e, assim, seja possível afastá-los da criminalidade e das drogas. “Nossos jovens precisam de ambientes saudáveis e dignos, onde possam crescer e se desenvolver”, afirmou. 

mais informações: http://informesalinas.com.br/apos-anos-de-sofrimento-por-falta-de-estrutura-alunos-de-salinas-ganham-escola-nova/